23/01/2018 às 17h57min - Atualizada em 23/01/2018 às 17h57min

Via Crucis de Santa Bárbara terá novo local e olhar crítico sobre o homem contemporâneo

Apresentação ocorrerá na Usina Santa Bárbara e o enredo traçará paralelo entre o homem de hoje e o do passado

Rodrigo Pereira - rodrigo.pereira@portalatualidade.com.br
Redação
As apresentações serão realizadas de 28 de março a 1º de abril de 2018. Foto: Divulgação

Em novo local e com um roteiro que aproxima o contemporâneo e a época em que Jesus esteve entre os homens, a 21ª edição da Via Crucis de Santa Bárbara d’Oeste foi oficialmente lançada hoje (23). Tradicional no município, o espetáculo vai ocorrer pela primeira vez em uma cidade cenográfica montada na Usina Santa Bárbara e, na apresentação do enredo, questionamentos filosóficos, feitos pelo diretor artístico, Otávio Delaneza: “como Jesus receberia nosso século?”; “Será que evoluímos mesmo como seres humanos?”.

As apresentações serão realizadas de 28 de março a 1º de abril de 2018, sempre às 20h, com entrada franca. “Não tem porque eu contar a história de Jesus hoje sem fazer um elo e uma aproximação com ela. Então, pra isso, a gente contemporaniza o próprio texto e a própria concepção cênica para que o diálogo seja mais eficaz. Para que a tríade entre ator, texto e público aconteça de forma mais eficaz. A gente faz essa releitura. A gente traz a história de Jesus para os dias atuais, como se ele descesse em 2018 (à Terra), para arrebatar os bons de coração, e ele não encontrasse tantas pessoas boas de coração. Porque tem guerra, gente morrendo de fome, a intolerância, um não olha mais para o outro (...) Em cima disso aí, começa a narrativa”, explicou Delaneza.

Com o diretor artístico, fez coro Jairo da Silva, que interpretará o Anjo da Guerra. “(No enredo desse ano) o Anjo da Guerra (personagem com características semelhantes a Satanás) mostra que problemas de ontem são problemas de hoje para colocar Jesus em conflito”, ressaltou.

"Trabalhar a contemporaneidade no Via Crucis envolveu muito sentimento e, principalmente, muita reflexão, pois a mensagem que Cristo deixou há 2 mil anos ainda é urgente para o século 21", comentou o autor da dramaturgia, Denis Espanhol. A definição dos personagens ocorreu após duas semanas de oficinas, realizadas no Teatro Municipal Manoel Lyra.


“O espetáculo, ao longo desses 21 anos, foi evoluindo, sempre, desde a primeira vez. O grande barato do Via Crucis é sempre contar a mesma história, mas com uma abordagem diferente. (...) E é o que mais uma vez se propõe esse ano, mantendo tudo o que ela (história bíblica abordada) têm de importante, que é a mensagem de amor, fé e esperança”, apontou o prefeito Denis Andia (PV).

ELENCO
A naturalidade e a força dramática foram decisivas para a escolha de Bruno Bortolucci para o papel de Jesus de Nazaré, pelo sexto ano consecutivo, segundo a organização."Me recordo que, quando interpretei o papel pela primeira vez, tracei um perfil, sendo o mesmo esqueleto que utilizo para esta edição, mas sempre descobrindo e colocando novas características em cena", disse.

Depois de se destacar como Samaritana na edição de 2017, a atriz Carolina Brito viverá a mãe de Jesus, Maria de Nazaré. Ela contou ter ficado surpresa com a escolha e ressaltou a gratidão em dar vida a uma personagem tão marcante. "Para mim, é uma honra e um desafio retratar a força e a sensibilidade desta mulher, que possui um amor tão grande que é o amor de mãe", destacou.

NOVO LOCAL
Mudanças na arquibancada, para que a plateia veja toda a concepção cênica frontalmente, estão previstas na nova cidade cenográfica. O secretário de Cultura e Turismo, Evandro Felix, afirmou que a Usina vem sendo estudada há anos para receber a encenação. "É um espaço que comporta muito bem grandes eventos e possui uma bela arquitetura, além de forte ligação com o município”, apontou.

EXPOSIÇÃO
Também hoje, foi aberta ao público no Tivoli Shopping a quarta edição da exposição itinerante “Paixão em Cenas”. A mostra conta com a participação de fotógrafos consagrados da região e reúne 12 imagens, registradas em 2017, na 20ª edição da peça. A exposição está montada na Entrada A (expansão).

 

A grande novidade é que em 2018 os espectadores que registrarem imagens da 21ª edição e publicarem em suas redes sociais (Facebook e Instagram) usando a #viacrucis21anos também poderão ter suas fotos divulgadas na próxima edição da exposição. O objetivo, segundo o secretário municipal, Evandro Felix, é contemplar ainda mais pessoas no projeto. É importante que os perfis estejam públicos para que as fotos possam ser acessadas.

 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018