03/04/2017 às 23h30min - Atualizada em 03/04/2017 às 23h30min

Moradores reclamam de vazamento de água limpa na Avenida São Paulo - Portal Atualidade

Há mais de 20 dias, os vizinhos e comerciantes aguardam reparos do DAE

Portal Atualidade
PORTAL ATUALIDADE

O outono chegou e junto com ele se inicia o período de estiagem. Essa é a grande preocupação dos moradores e comerciantes próximos ao cruzamento da Avenida São Paulo, com a Rua Ribeirão Preto, no Jardim Esmeralda, em Santa Bárbara do Oeste. Eles relatam o desperdício de água limpa que ocorre há mais de 20 dias na via e que o problema vem se agravando.


A dona de casa, Jussara Barroco, 40, disse acreditar que o problema começou com as obras do Corredor Metropolitano. “É vergonhoso uma situação desta, o DAE já foi solicitado e apenas o setor de trânsito compareceu no local para sinalizar. O vazamento era só no canto da Avenida e agora se alastrou. Sei que na rua de baixo passa uma adutora e que será uma obra complicada, já que a via é o único acesso ao bairro”, ressaltou Jussara que mora há 30 anos na Rua Ribeirão Preto.
Outra moradora, a aposentada Clarice P. de Camargo, 80 também está indignada. “É um absurdo deixar vazar tanta água assim, sem contar que depois virá cobrado na conta de água. O DAE precisa arrumar”, frisou Clarice
 
Nirado Pereira da Silva, 50, entregador de água, disse que o DAE já foi avisado, mas não tomou nenhuma providência. “Tá jorrando muita água, começou com um buraquinho e agora está tomando a via toda, sem contar que o buraco se transformou em uma cratera e nossa preocupação é a via desabar. É um descaso do DAE, que até agora não compareceu para arrumar”, afirmou.
 

Com a temperatura elevada nesta tarde (3), o catador de lixo doméstico, Marcos Daniel Camelo, 33 aproveitou a água que jorra do chão para se refrescar. “O dia está quente e estou aproveitando para me refrescar um pouco. Não estou nada contente com esse desperdício, é um absurdo”, comentou o morador que também procurou a autarquia para tentar sanar um problema em sua casa. “O DAE esteve na minha casa para analisar a água que está esbranquiçada e que me deu alergia”, finalizou.
 
Marcos Dracena, comerciante próximo ao vazamento até usou a rede social Facebook para relatar o problema.
“Já foram feitas várias ligações, veículos do DAE passam e não tomam nenhuma atitude, e ficam cobrando a população para economizar água”, relatou Dracena. O comerciante ainda disse que o DAE esteve no local e apenas colocaram duas barreiras de madeiras e foram embora.
 
O Departamento de Água e Esgoto informou que já foi aberta uma ordem de serviço e que nesta quarta-feira (5) o vazamento será consertado, aproveitando a parada de energia elétrica programada pela CPFL, que afetará o abastecimento da região da ETA IV.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018