13/11/2017 às 19h20min - Atualizada em 13/11/2017 às 19h20min

Pelo telefone, policial militar ajuda a salvar criança afogada

Cristiane Caldeira
Redação
Fotos: Divulgação e Polícia Militar
Um bebê de 1 ano e 9 meses foi reanimado depois de se afogar na piscina de uma chácara onde estava com a família, em Hortolândia, ontem (12) à noite, por orientação de um policial militar, por telefone. A chamada feita ao 190 pela mãe, depois de achar a menina boiando na piscina, foi atendida pela Central de Piracicaba. Depois de reanimada pelos próprios familiares, a criança foi levada pelo Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) ao Hospital Municipal Dr. Mario Covas, de onde recebeu alta após ser atendida.

De acordo com a Polícia Militar de Piracicaba, por volta das 19h30 de ontem o soldado Johnny Almeida da Silva, atendente do 190 de Piracicaba, recebeu uma ligação de emergência de uma mãe desesperada, pois sua filha havia caído na piscina e encontrava-se afogada e em estado cianótico (azul-arroxeada), sem chorar ou respirar. 

O soldado tentou acalmar a mãe e explicou a ela os procedimentos de RCP (Ressuscitação Cardio Pulmonar). Pelo telefone, ela foi orientada a colocar a menina de bruços em seu braço esticado, com a cabeça virada para a palma da mão, levemente inclinada para baixo, e efetuar tapinhas leves em suas costas. O procedimento, conhecido como Manobra de Heimlich (veja imagem), foi realizado pelo tio da criança. Logo que a menina voltou a respirar, a criança foi levada pelo Samu para o hospital. 
 
 
AGRADECIMENTO
 
Hoje (13) de manhã, o policial voltou a fazer contato com a mãe para saber do estado de saúde da criança e ela, emocionada, atribuiu a vida da filha à intervenção do soldado. 

"Fico emocionada porque ele (Johnny) realmente salvou a vida da minha filha. Por segundos de bobeira ela caiu na piscina e quando nós a achamos ela já estava boiando. Quando ela foi tirada da água pelo meu irmão ela já estava toda roxa e na minha cabeça ela já estava morta. Nós seguimos todas as orientações do Johnny, que foi essencial para minha filha sobreviver. Quando chegamos ao hospital ela já estava chorando, com a temperatura normalizada. Não tenho palavras para agradecer. Só tenho gratidão, porque Deus foi muito misericordioso", relatou. 

"Agradeço infinitamente. Que Jesus lhe cubra de bênçãos e que sua vida seja sempre próspera, podendo ajudar todos aqueles que necessitam nessa hora de desespero", disse a mãe ao soldado, entre lágrimas. 

A Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Hortolândia confirmou que a menina foi atendida no Hospital Mario Covas na noite de domingo após sofrer afogamento e que teve alta na mesma data.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018