09/11/2017 às 11h25min - Atualizada em 09/11/2017 às 11h25min

MP e PM cumprem mandados de prisão coercitiva contra autoridades de Paulínia e Sumaré

Cristiane Caldeira
Redação
Foto: Silvio Motta
A Polícia Militar e o Ministério Público cumprem nesta manhã mandados de prisão coercitiva em Paulínia e Sumaré. O prefeito de Paulínia, Dixon Carvalho (PP), é um dos alvos da operação. 

Promotores e policiais também estão na Câmara de Vereadores da cidade. Parentes do prefeito e empresários também deverão ser ouvidos. 
Em Sumaré estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão, mas ninguém foi conduzido para depoimento até o momento.
Os mandados tiveram origem na Operação Purgamentum, que investiga irregularidades em contartos de coleta de lixo em cidades do interior paulista e de Minas Gerais.

As prefeituras de Paulínia e Sumaré ainda não se manifestaram oficialmente.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018