06/10/2017 às 19h55min - Atualizada em 06/10/2017 às 19h55min

Velório do ex vereador Davi Ramos será na Câmara Municipal de Americana

Fernanda Nastrini
Redação
Reprodução/Facebook
O ex-vereador de Americana Davi Ramos, 55 anos, veio a óbito nesta sexta-feira (06), às 13h, onde estava internado desde o último dia 30 de setembro, com um quadro infeccioso gravíssimo. O velório será na Câmara Municipal de Americana, a partir das 21h e o sepultamento está marcado para às 16h deste sábado(07), no Cemitério Parque Gramado, em Americana.

Em nota oficial da Assessoria de Imprensa do Hospital da Unimed Americana, Ramos deu entrada na Unidade de Saúde, à 1h, do último sábado, dia 30, com endocardite aguda. Foi internado na UCI (Unidade Crítica Intermediária) e transferido para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva). O quadro evolui para aneurisma micótico de artéria cerebral com hemorragia. Na quinta-feira (05) foi iniciado o protocolo para comprovação de morte encefálica. Seu óbito foi constatado às 13 horas desta sexta-feira (06/10).

No final da tarde de ontem, a família e amigos do ex-vereador já haviam confirmado a morte através da rede social Facebook. O Sindicato dos Químicos de Americana e Região, no qual Davi Ramos era diretor, também publicou uma nota lamentando a morte do amigo. “É com profundo pesar que comunicamos o falecimento do diretor do sindicato, Davi Ramos, conforme informações do seu filho. Assim que tivermos mais notícias, atualizaremos aqui”, traz a informação postada no Facebook da entidade.

Na sessão ordinária desta última quinta-feira, da Câmara Municipal, os vereadores fizeram um minuto de silencio para homenagear o ex-parlamentar.
Nascido em Jales, interior de São Paulo e pai de três filhos, Davi Ramos mudou-se para Americana em 1974. Durante sua passagem por Americana, fez uma carreira marcante na cidade por ser polêmico e lutar intensamente pela população. Sua profissão era Operador de Fornos (Rotativos).

A política sempre falou mais alto e iniciou sua militância política em 1979, quando entrou para a luta estudantil. Participou da juventude do MDB (Movimento Democrático Brasileiro) e filiou-se ao PCdoB em 1984, quando o partido se legalizou. Também teve grande participação sindical e chegou a ser presidente do Sindicato dos Químicos de Americana e Região.

Em 1996, foi eleito vereador pela primeira vez com 1453 votos, reelegeu-se em 2000 e 2004. Em 2008, integrou a Chapa de Omar Najar como vice-prefeito, porém não foi eleito. Na gestão do ex-prefeito cassado Diego Denadai, em 2019, Davi Ramos, foi Secretário de Habitação, e conseguiu inúmeros benefícios para a população, como moradias e reduzir o déficit habitacional na cidade, para moradores de baixa renda. Enquanto Secretário Municipal lutou com êxito para incluir o Município, no Programa do Governo Federal, Minha Casa, Minha Vida, e lançou o Programa “Escritura de Graça”, da Secretaria de Habitação da Prefeitura de Americana. 

Em 2012, foi eleito para seu quarto mandato com 2.564 votos e no biênio 2015-2016, foi secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal. Nas eleições de 2016, obteve 1.188 votos, tornando-se suplente de vereador.

A equipe do Portal Atualidade lamenta a morte do ex-vereador Davi Ramos, um amigo e companheiro de muitas jornadas. À família desejamos força e proteção divina neste momento de muita dor.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018