21/06/2017 às 09h26min - Atualizada em 21/06/2017 às 09h26min

Thiago Martins propõe trocadores para Crianças em locais de grande circulação

Na propositura, o parlamentar estabelece que shoppings centers, hipermercados, cinemas, teatros privados, centros comerciais, restaurantes, lanchonetes e outros estabelecimentos de caráter privado com grande circulação pública deverão disponibilizar ao menos um móvel trocador de fraldas destinado aos consumidores.

Redação
Divulgação/Internet
O vereador Thiago Martins (PV) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um projeto de lei em que dispõe sobre a utilização de sanitários infantis e fraldários em estabelecimentos de grande circulação de pessoas.
 
Na propositura, o parlamentar estabelece que shoppings centers, hipermercados, cinemas, teatros privados, centros comerciais, restaurantes, lanchonetes e outros estabelecimentos de caráter privado com grande circulação pública deverão disponibilizar ao menos um móvel trocador de fraldas destinado aos consumidores.
 
Segundo o vereador, é grande o número de relatos de pais que enfrentaram constrangimento ao não encontrarem locais que disponibilizam o trocador de fraldas acessível aos responsáveis do sexo masculino, e, em contrapartida, não podem se utilizar do trocador no sanitário feminino. “O número de pais que compartilham as tarefas diárias e os cuidados com os filhos cresce gradualmente, o que é sinal de avanço social e maior igualdade entre os sexos. Por conta disso, os locais precisam colaborar com tal direito”, defende.
 
O projeto estipula que, quando não houver espaço específico para utilização como fraldário, o trocador deve ser disponibilizado nos sanitários feminino e masculino ou na cabine adaptada para pessoas com deficiência.
 
“Além da facilidade que acarretará para as famílias, o atual projeto prevê, através de medida de baixo custo, maior fidelização de clientes que anteriormente não frequentariam o local pela falta de estrutura na troca de fraldas”, aponta.
 
O projeto de Lei será encaminhado às comissões pertinentes e, não havendo impedimento legal para tramitação, será discutido e votado pelos vereadores em plenário, durante sessão ordinária.

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018