24/11/2021 às 16h32min - Atualizada em 24/11/2021 às 16h32min

Com dificuldades financeiras, APAE Americana pode não conseguir pagar o décimo terceiro dos funcionários

Divulgação
Referência em atendimentos e terapias para pessoas com deficiência, a APAE de Americana enfrenta novamente dificuldades financeiras, o que poderá compromenter o pagamento integral do 13º salário dos funcionários da instituição. 



Em nota, a APAE informou que, apesar das verbas provenientes das Emendas Parlamentares, anunciadas recentemente, os recursos ainda estão em processo de aprovação/conclusão, sem data prevista para o recebimento. 

Confira abaixo a nota enviada pela instituição à imprensa:

"A APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Americana vem a público trazer esclarecimentos acerca de sua situação financeira e das dificuldades com alguns pagamentos, que ainda persistem devido à situação da pandemia pelo COVID 19.

Os recursos provenientes das Emendas Parlamentares (divulgados recentemente pela mídia local) ainda estão em processo de aprovação/conclusão, sem data prevista para o recebimento, portanto, ainda não foram disponibilizados para uso da instituição.

Em relação à Prestação de Serviços na área de Inclusão com Responsabilidade, que teve o contrato suspenso durante 2020 e renovado em agosto/2021, consta que a APAE poderá receber o valor mensal previsto de até R$ 95.375,96, porém, o valor real é calculado de acordo com a medição de frequência. Nesses dois meses realizados de contrato, a frequência atingiu a média de 50%, ou seja, a instituição recebeu apenas metade do teto mensal previsto, entretanto, seus gastos fixos continuam os mesmos (estrutura, folha de pagamento, etc).

Tendo em vista esse cenário, infelizmente, teremos dificuldades novamente para realizar o pagamento integral do 13º salário para a maior parte dos nossos colaboradores.

Durante o período mais crítico de pandemia a instituição não realizou atendimentos presenciais, eventos e nem outras formas de captação de recursos; além disso, deixou de receber vários recursos que viriam de alguns convênios. Situação que agravou, ainda mais, nossa situação financeira.

A APAE retornou a totalidade dos atendimentos presenciais nesse mês, já tendo exposto esse impacto financeiro em participação na Tribuna Livre da Câmara e em reuniões internas na entidade.

Até o presente momento foi possível manter todos os pagamentos a fornecedores e colaboradores.

No último ano (2020), foi realizado um empréstimo bancário para pagamento do 13° salário dos colaboradores, o qual foi quitado, até agora, em apenas 30%, o que inviabiliza um novo empréstimo.

A APAE atende 1.100 pessoas com deficiência, desde o nascimento até a idade adulta, totalizando cerca de 15.000 procedimentos mês, precisamos muito do apoio da sociedade, através de ajuda financeira vindas de Pessoas Físicas e Jurídicas, o que pode ser efetivado através dos seus projetos de: Telemarketing, Empresa Solidária, Inclusão no Mercado de Trabalho, doação ao bazar e participação dos eventos.

Veja na tabela anexa os projetos e emendas aprovados, os seus valores e a situação de cada um.

A diretoria se coloca à disposição de todos para quaisquer esclarecimentos".

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018