08/06/2017 às 14h12min - Atualizada em 08/06/2017 às 14h12min

OMS aponta que 11 milhões e meio de pessoas sofrem de depressão, por ano, no Brasil

Redação/AG
Ilustrativa

Dados da Organização Mundial da Saúde, mostram que 11 milhões e meio de pessoas sofrem de depressão, por ano, no Brasil e é hoje a principal causa de problemas de saúde e invalidez no mundo. Se compararmos com os países da Américas, o Brasil fica em segundo lugar em número de casos. Fazendo uma análise comparativa com todos os países do mundo, o país ocupa o quinto lugar. Apenas no ano passado, 75 mil e 300 trabalhadores foram afastados de suas atividades por depressão. De acordo com o psicólogo Leonardo Rezende, idealizador da campanha Janeiro Branco, é necessário conscientizar as pessoas sobre a importância de cuidar da saúde mental e emocional.

"Falar sobre sentimentos às vezes soa como fraqueza. Ninguém tem coragem de chegar no seu serviço e dizer que vai ficar afastado uma semana porque terminou um namoro e está sofrendo. E quantas pessoas estão querendo se matar porque o namoro terminou, ou porque estão com uma angústia sexual muito grande, estão estranhando sua própria orientação sexual e não sabem a quem recorrer. E as pessoas vão engolindo essas dores, vão engolindo essas angústias. Nas escolas, ensinamos crianças de 10 anos a saberem tudo sobre matemática, química, física, mas não ensinamos nada sobre ciúmes, sobre medo, sobre frustração, sobre tesão”, explica Rezende.

A depressão é uma doença mental comum caracterizada pela tristeza persistente, perda de interesse e falta de capacidade para atividades cotidianas e o trabalho, e afeta cerca de 322 milhões de pessoas em todo o mundo. Ela ainda aumenta o risco de várias doenças e transtornos graves, como vício, comportamento suicida, diabetes e doenças cardíacas, que em si mesmas são algumas das maiores causas de mortalidade. Existem tratamentos eficazes para depressão moderada e grave.

 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018