27/05/2021 às 18h42min - Atualizada em 27/05/2021 às 18h42min

Americana e S. Bárbara começam a imunizar nesta sexta os portadores de comorbidades a partir de 40 anos

Divulgação

Após receber novo lote com doses da vacina AstraZeneca, a Secretaria de Saúde de Americana e de Santa Bárbara d'Oeste começam a vacinar, nesta sexta-feira (28) os portadores de comorbidade e de deficiência permanente com 40 anos de idade ou mais. No caso dos portadores de deficiência, os moradores precisam estar cadastrados no BPC (Benefício de Prestação Continuada).



Em Americana, é necessário o agendamento da vacinação pelo site http://www.saudeamericana.com.br/. Além disso, a Vigilância Epidemiológica do município esclarece que os portadores de hipertensão arterial não precisam mais comprovar o uso de até três medicamentos, bastando agora atestar o consumo de apenas um remédio para o controle da doença. A comprovação deve ser feita por meio de um relatório ou receita médica.

 

Os moradores de Americsna também devem apresentar comprovante de endereço, além de um documento com foto e CPF. Os profissionais de saúde devem apresentar, além desses documentos, também a inscrição em conselho de classe e comprovação de vínculo ativo no município.

 

A primeira dose da vacina também será disponibilizada aos portadores de Síndrome de Down e indivíduos transplantados, todos maiores de 18 anos, além dos idosos com 60 anos ou mais.


Vacinação em Santa Bárbara não precisa de agendamento 
Em Santa Bárbara d'Oeste a imunização para os
portadores de comorbidade e de deficiência permanente com 40 anos de idade ou mais não tem necessidade de agendamento prévio e acontece de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas, nos ginásios municipais “Djaniro Pedroso”, no Centro, e “Mirzinho Daniel”, no São Francisco, e na Casa de Maria, no Jardim das Laranjeiras.

Além de apresentar CPF e comprovante de endereço, os barbarenses com comorbidades devem comprovar o tipo de comorbidade apresentado (lista abaixo), por meio de cópias de carta ou atestado médico, além de exames e receitas, caso necessário. No caso de hipertensos, deve-se apresentar cópias de atestado médico ou receitas que comprovem o uso de um medicamento anti-hipertensivo ou mais. Essas cópias ficarão retidas nos pontos de vacinação.

Já as Pessoas com Deficiência Permanente – BPC devem apresentar comprovante do recebimento do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social. 

 

 

Relação das comorbidades atendidas

Diabetes Mellitus

Pneumopatias crônicas graves

Hipertensão arterial resistente (HAR)

Hipertensão arterial estágio 3

Hipertensão arterial estágio 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade

Insuficiência cardíaca (ICC)

Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar

Cardiopatia hipertensiva

Síndromes coronarianas

Valvopatias

Miocardiopatias e Pericardiopatias

Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas

Arritmias cardíacas

Cardiopatias congênitas no adulto

Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados

Doença cerebrovascular

Doença renal crônica

Imunossuprimidos

Hemoglobinopatias graves

Obesidade mórbida

Cirrose hepática


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018