16/05/2021 às 10h37min - Atualizada em 16/05/2021 às 10h37min

Bruno Covas, prefeito de São Paulo, morre aos 41 anos

Redação
Reprodução/Instagram
O prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), morreu às 8h20 deste domingo (16) aos 41 anos, em São Paulo. A informação foi confirmada pela Prefeitura de São Paulo, por meio de nota. Covas lutava contra um câncer no sistema digestivo desde 2019 com metástase nos ossos e no fígado. Ele deixa o filho Tomás, de 15 anos.



Desde o início do mês o prefeito estava internado no Hospital Sírio-Libanês. Na última sexta-feira (14), ele teve uma piora no quadro de saúde e a equipe médica informou que seu quadro havia se tornado irreversível.

Segundo informações, familiares e amigos de Covas permaneceram no hospital desde que os médicos informaram que seu quadro de saúde era irreversível. Nas últimas horas de vida, o prefeito recebeu sedativos e analgésicos para não sentir dores.

No Instagram, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), prestou uma homenagem de despedida ao prefeito e amigo. "Obrigado, Bruno Covas, por ter compartilhado, com todos nós, tanto carinho e dedicação. À Renata e ao Pedro, seus pais, ao Gustavo, seu irmão, e especialmente ao Tomás, seu filho, meu afeto nesse momento doloroso em que a natureza subverte o curso da vida. São Paulo terá sempre muito orgulho desse filho querido. A força de Bruno Covas vem do seu exemplo e do seu caráter. Foi leal à família, aos amigos, ao povo de São Paulo e aos filiados do seu partido, o PSDB. Sua garra nos inspira e seu trabalho nos motiva. Tive o privilégio de acompanhá-lo desde o início da vida pública, ao lado do seu avô Mario Covas. Tive a honra de tê-lo como vice, na Prefeitura de São Paulo. E a alegria de ver seus ideais e realizações aprovados nas eleições de 2020. Bruno Covas era sensível, sereno, correto, racional, pragmático e ponderado. Voz sensata, sorriso largo e bom coração. Bruno Covas era esperança. E a esperança não morre: ela segue, com fé, nas lições que ele nos ofereceu em sua vida. Muito obrigado, Bruno. Você foi e continuará sendo para todos nós, um eterno exemplo".

O corpo será velado no Edifício Matarazzo, sede da Prefeitura de São Paulo e seguirá em carro aberto até a Avenida Paulista. O enterro será em Santos, numa cerimônia restrita à família.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018