10/02/2021 às 18h47min - Atualizada em 10/02/2021 às 18h47min

Vacinação em Nova Odessa é 5 vezes mais rápida que registro de novos casos de Covid

Prefeitura de Nova Odessa
Divulgação

As equipes da Prefeitura de Nova Odessa já aplicaram 997 doses de vacinas contra a Covid-19 em moradores da cidade entre o dia 21 de janeiro e a tarde de quarta-feira (10/02). No mesmo período, 201 novos casos positivos de contaminação pelo novo coronavírus foram registrados no município. Assim, o prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho, apontou que a cidade está vacinando a população contra a Covid-19 num ritmo cinco vezes superior ao de confirmação de novos casos da doença.



"Desde o dia 21 de janeiro, quando iniciamos a campanha de vacinação, quase 1.000 pessoas foram vacinadas no município. Nesse mesmo período, entre 21 de janeiro e hoje, 201 novos casos de coronavírus foram registrados em Nova Odessa. Isso é fruto de um trabalho conjunto da equipe da Secretaria Municipal de Saúde e das demais secretarias que estão apoiando de diversas formas a campanha. A população precisa continuar colaborando e não se expondo ao vírus", disse Leitinho.

A perspectiva é que o ritmo das imunizações aumente conforme houver a expansão da campanha, mediante a disponibilidade de novas remessas dos imunizantes pelo Ministério da Saúde, por meio do PNI (Plano Nacional de Imunização). À medida que o Governo Federal viabiliza mais doses às cidades brasileiras, as novas etapas do cronograma e novos grupos do público-alvo da campanha de vacinação contra a Covid-19 têm sido confirmados e imunizados pelo Governo de São Paulo e pelas prefeitura paulistas.

Vacinação avança
Também na quarta-feira (10/02), mais 40 idosos com idades acima de 80 anos foram vacinados no Ginásio Municipal do Jardim Santa Rosa. Nova Odessa foi a primeira cidade da RMC (Região Metropolitana de Campinas) a imunizar os idosos de 80 anos ou mais, e não apenas os de 90 anos ou mais, já na última segunda-feira (08/02).

O mesmo número de vacinados (40) foi registrado na quarta-feira pela equipe da UBS (Unidade Básica de Saúde) do Jardim Marajoara, onde estão sendo vacinados os profissionais de Saúde autônomos e da rede particular que moram na cidade.

Para esta quinta-feira (11/02), a vacinação dos idosos acima dos 80 anos que realizaram o pré-cadastro pelo site da Prefeitura de Nova Odessa – www.novaodessa.sp.gov.br – continua no ginásio do Santa Rosa, somente para quem for "convocado" por telefone.

A novidade, para essa quinta-feira, fica por conta da centralização da campanha de vacinação contra a Covid-19 no município, que passa a ser feita exclusivamente no Ginásio Municipal do Jardim Santa Rosa.

"Os profissionais de Saúde autônomos e da rede privada, que estavam recebendo a vacina na UBS (Unidade Básica de Saúde) do Jardim Marajoara, começam a ser agendados, por meio do pré-cadastro, para receber a vacina também entre as 9h e as 15h no ginásio. Essa centralização é possível por conta da grande estrutura montada no espaço, o que facilitará a operacionalização da campanha em Nova Odessa", explicou a coordenadora de Vigilância Epidemiológica, enfermeira Paula Mestriner.

ÂncoraA primeira fase da campanha de vacinação começou com profissionais de Saúde, idosos com mais de 80 anos e pessoas que vivem em instituições de longa permanência (asilos) e seus funcionários. Os idosos pré-cadastrados estão sendo convocados por telefone, conforme a disponibilidade de doses, limitados a 80 atendimentos diários para evitar aglomerações e riscos a este público, mais vulnerável à doença.

"Qualquer pessoa (filho, parente, vizinho, amigo) pode fazer o cadastro do idoso, não precisa ser o próprio idoso. A equipe está ligando para as famílias conforme a disponibilidade de doses e a capacidade diária de vacinação. Era indispensável adotar um mecanismo que evite aglomerações no local se vacinação, exatamente para proteger os idosos mais vulneráveis à doença", explicou a coordenadora da Vigilância Epidemiológica Municipal.

Os profissionais de Educação Física são considerados pelo Governo Federal como profissionais da área da Saúde, portanto têm direito à vacina. E os profissionais da Saúde foram priorizados pelo Governo Federal, devendo ser imunizados pelos municípios antes mesmo dos idosos.

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018