29/01/2021 às 20h01min - Atualizada em 29/01/2021 às 20h01min

Jovem com paralisia cerebral e restrição de movimentos conquista 1º lugar na FATEC

Divulgação

Nota 10 em Matemática, nota 10 em Língua Portuguesa, aulas online acompanhadas diariamente e um mouse adaptado para fazer as tarefas. Assim João Lucas Ridolfi de Carvalho, de 18 anos, atravessou a pandemia em 2020 e conseguiu ingressar no curso de Análise de Desenvolvimento de Sistemas da FATEC (Faculdade de Tecnologia De Campinas) em primeiro lugar, juntamente com outro estudante classificado. João Lucas é um rapaz inteligente que tem paralisia cerebral - com restrição dos movimentos de braços e pernas - e é paciente da Casa da Criança Paralítica de Campinas desde março de 2003, quando tinha 10 meses de idade.
 

 

Wilma Neves Pereira, mãe do jovem universitário, o acompanha incansavelmente em sua rotina. Recentemente ele fez o Enem e Wilma se surpreendeu com tudo que aconteceu para facilitar a vida de João durante os dois dias de prova presencial. “Ele precisou de autorização da direção do Enem para levar o mouse adaptado. Não só obteve a autorização, como eles destinaram um rapaz que veio de Brasília a Campinas para acompanhar João na prova”, relata. João fez a redação no computador e os técnicos do Enem passaram a limpo.

 

“Isso prova que a gente tem que correr atrás. E nós dois corremos”, diz a mãe orgulhosa. João está inscrito também no ProFis da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), curso de ensino superior voltado aos estudantes que cursaram o ensino médio em escolas públicas de Campinas que, assim como a FATEC, irá considerar as notas anuais obtidas em Língua Portuguesa e Matemática no ensino médio para o ingresso dos estudantes.

 

Wilma e João estão felicíssimos com o cenário futuro. “Para mim o ingresso na Fatec foi uma alegria e um alívio. Ele queria tanto estudar, mas eu não tinha condição de pagar faculdade. Quando ele viu a aprovação na página ele gritou tanto ‘eu passei, eu passei’, foi muito emocionante”, diz Wilma.

 

Empenhada em oferecer o melhor ao filho, a mãe está ao lado de João Lucas diariamente. O trabalho dos profissionais da Casa da Criança Paralítica tornou João mais independente e confiante. “Eu sempre busquei realizar o que ele queria fazer. Não houve sacrifício algum. É algo que toda mãe deveria fazer, sendo o filho especial ou não”, conclui.

 

A Casa da Criança Paralítica oferece atendimento gratuito especializado a crianças, adolescentes e jovens com deficiência física e comprometimento neurológico nas áreas de fisioterapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, médica, odontologia, psicologia, nutrição, serviço social e pedagogia, além de orientação às famílias. Em sua sede são atendidos mais de 350 pacientes por mês, a maioria de baixa renda.

 

Casa da Criança Paralítica de Campinas

Endereço: Rua Pedro Domingos Vitalli, 160 - Parque Itália - Campinas (SP)

Fone: (19) 2127 7230

 

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018