03/06/2017 às 08h30min - Atualizada em 03/06/2017 às 08h30min

Consciência Negra: Americana mantém feriado no dia 20 de Novembro

Redação
Reprodução
O feriado da Consciência Negra é polêmico e sempre vira assunto no Legislativo. Em Americana, Projeto de Lei nº 66/2017, de autoria de vários vereadores, visava alterar a data do dia 20 de novembro para o terceiro domingo do mês, mas de última hora os vereadores Marschelo Meche (PSDB) e Wellington Rezende (PRP) mudaram o voto e o projeto não passou em segunda discussão. Com isso, o placar se inverteu e a propositura foi derrubada com dez votos contrários e oito favoráveis. 

Na semana passada, dez parlamentares haviam votado a favor da mudança que beneficiaria a economia local. Entres eles estão Meche e Rezende. Na ocasião, Wellington Rezende usou a palavra para declarar seu voto favorável e disse “que o poder público não vai perder a oportunidade de valorizar a Semana da Consciência Negra, com a organização de eventos e debates”.

Para os empresários e comerciantes, manter o feriado no dia 20 de novembro prejudica a economia e apontam que o comércio de Americana tem sido privilegiado com o dia 20 de novembro. “O fluxo de consumidores e a intenção de compras aumenta consideravelmente nesse período, já que em cidades como Nova Odessa, Sumaré, Piracicaba e Limeira a data é feriado. Com isso, os consumidores dessas localidades migrariam para consumir e movimentar o comércio”, destacam.

O presidente da ACIA (Associação Comercial e Industrial de Americana), Dimas Zulian, disse que a entidade respeita e reverencia o movimento em favor da Consciência Negra, mas nada justifica criar mais um feriado em um mês que já tem dois, algo que prejudica e muito a economia local.

O terceiro feriado em novembro custará cerca de R$ 86,7 milhões do PIB local, estimado em R$ 7,1 bilhões divulgado pelo IBGE em 2012 e publicado no site oficial da Prefeitura. Esse valor perdido será pago por todos os cidadãos, já que, se diluído, para cada americanense custaria R$ 403,93.

 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018