04/11/2020 às 17h17min - Atualizada em 04/11/2020 às 17h17min

Rafael Macris quer criar Centro de Referência da Mulher

Divulgação
O candidato a prefeito pela coligação Americana Grande de Novo, Rafael Macris, se comprometeu a criar um Centro de Referência da Mulher em Americana. O espaço vai garantir atendimento público às mulheres vítimas de violência. A proposta consta no plano de governo do candidato. 


Segundo dados levantados pela prefeitura junto ao TJ (Tribunal de Justiça) e divulgados pela imprensa, entre 2013 e 2019, 5.321 mulheres que foram vítimas de algum tipo de violência pediram medida protetiva à Justiça em Americana, média de duas por dia. A medida protetiva é uma decisão judicial para manter o agressor longe da vítima – se descumpri-la, o acusado pode ser preso em flagrante. Para se ter ideia do tamanho do problema, Campinas, cidade com população cinco vezes maior, registrou 6.953 pedidos no mesmo período.

“O Centro de Referência vai garantir atendimento psicológico, jurídico e social de uma forma humanizada, com a atenção e a sensibilidade que essas situações exigem”, afirmou o candidato.

Segundo Rafael, o Centro garantirá um atendimento para aquelas mulheres que são vítimas de algum tipo de violência e que, depois de procurarem a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), não são amparadas pelo poder público. “Nós vamos fechar o ciclo de atendimento, porque mulheres que infelizmente passam por isso precisam de apoio, precisam de orientação. Elas não podem ficar desamparadas em um momento assim.”

Rafael também quer ampliar a Patrulha Maria da Penha, para evitar que as mulheres voltem a ser agredidas. A patrulha é um serviço da Gama (Guarda Municipal de Americana), que consiste em rondas específicas para atender mulheres que obtiveram medidas protetivas.

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018